Indaiatuba

Zona Azul Eletrônica de Indaiatuba entrará em operação no dia 30 junho.

Redação
Escrito por: Redação

A Tecpark, que é a empresa que tem a concessão do serviço de estacionamento rotativo do município, inicia nesta semana a implantação do novo sistema com a distribuição do material de orientação à população. O plano de modernização da Zona Azul anunciado pela Prefeitura no final de abril também inclui o aumento da oferta de vagas de estacionamento na região central da cidade e na avenida Francisco de Paula Leite. O horário de funcionamento e o valor da Zona Azul não serão alterados.

Para a utilização do estacionamento rotativo em Indaiatuba o usuário do serviço terá que baixar gratuitamente o aplicativo Digipare no celular. Pelo aplicativo será possível adquirir créditos e escolher o período de utilização do estacionamento. Ao estacionar, o usuário poderá emitir o tíquete diretamente pelo celular, descontando o valor do saldo total dos créditos adquiridos previamente. O sistema permite a renovação do tempo de uso da vaga até o tempo limite de duas horas.

Quem não quiser baixar o aplicativo no celular terá a possibilidade de comprar créditos para uso em determinado período de tempo em mais de 60 postos de vendas existentes nas áreas de abrangência da Zona Azul, ou com os fiscais na rua.

Como o prefeito Nilson Gaspar (MDB) anunciou anteriormente, os talões convencionais que já foram adquiridos poderão ser trocados por créditos no aplicativo dentro do prazo de 90 dias a partir da data de início do novo sistema, que é 30 de junho.

A Zona Azul continua funcionando de segunda à sexta-feira, das 10h às 15h30, e aos sábados, das 9h às 12h. Aos domingos o estacionamento é livre. O valor permanece o mesmo: R$ 0,90 por meia hora e R$ 1,60 por hora.

De acordo com a direção da Tecpark, a mudança é necessária porque a empresa opera em Indaiatuba há 15 anos e desde então a cidade cresceu muito e o número de veículos acompanhou esse crescimento. A proposta é modernizar o sistema, melhorar a oferta de novas vagas e reforçar a rotatividade na área de abrangência da Zona Azul.

Hoje o aplicativo da Digipare é utilizado em mais de 40 municípios, incluindo São Paulo, e conta com mais de 300 mil usuários, com total segurança.

Mais vagas

A modernização do sistema de estacionamento rotativo em Indaiatuba inclui, ainda, a ampliação de 417 vagas (489 vagas) de estacionamento rotativo, além de 25 para idosos e 11 para deficientes, no Centro e na avenida Francisco de Paula Leite. Atualmente a Zona Azul disponibiliza 816 vagas comuns, 52 para idosos e 19 para deficientes.

No Centro, o estacionamento de Zona Azul abrangia 16 ruas: 24 de Maio, entre Pedro Gonçalves x Oswaldo Cruz; 11 de Junho, entre Pedro Gonçalves x 13 de Maio; Padre Bento Pacheco, entre Pedro Gonçalves x Ademar de Barros; Cerqueira Cesar, entre Pedro Gonçalves x Ademar de Barros; Bernardino de Campos, entre Pedro Gonçalves x 9 de Julho; Siqueira Campos, entre Pedro Gonçalves x 9 de Julho; Sete de Setembro, entre Candelária x Pedro de Toledo; Pedro Gonçalves, entre 24 de Maio x Sete de Setembro; Candelária, entre Humaitá x Sete de Setembro; XV de Novembro, entre Humaitá x Sete de Setembro; Pedro de Toledo, entre Humaitá x Siqueira Campos; 9 de Julho, entre 24 de Maio x Siqueira Campos; 13 de Maio, entre 24 de Maio x Bernardino de Campos; Ademar de Barros, entre 24 de Maio x Cerqueira Cesar; Oswaldo Cruz, entre 24 de Maio x 11 de Junho; rua Tuiuti, entre 24 de Maio x 11 de Junho.

Com as mudanças, o Centro contará com 17 ruas de Zona Azul. A principal novidade é a rua Humaitá, que passará a contar com estacionamento rotativo entre a rua Pedro Gonçalves até a Oswaldo Cruz. Seguindo as ruas paralelas à Humaitá, a rua Vinte e Quatro de Maio permanecerá com o mesmo trecho de Zona Azul. Na rua Onze de Junho o estacionamento rotativo foi estendido para a quadra entre as ruas 13 de Maio até a Ademar de Barros; na Padre Bento Pacheco, o novo trecho vai da Pedro Gonçalves até a Cinco de Julho; na Cerqueira César, mais duas quadras entraram na rotatividade, sendo uma da Pedro Gonçalves até a Cinco de Julho, e outra da Ademar de Barros até Tuiuti; na Bernardino de Campos, outras duas quadras estão com Zona Azul, da Pedro Gonçalves até a Cinco de Julho, e da Nove de Julho até a Treze de Maio; na Siqueira Campos, a Zona Azul foi ampliada da Nove de Julho a Ademar de Barros; e na rua Sete de Setembro, entre Pedro Gonçalves e Candelária.

A rua Pedro Gonçalves está com Zona Azul ampliada no trecho entre a Vinte e Quatro de Maio e Humaitá; a rua Nove de Julho, também teve duas quadras ampliadas, entre a rua Sete de Setembro e Siqueira Campos, e entre a Vinte e Quatro de Maio e Humaitá; na rua Treze de Maio, entre a Siqueira Campos e Bernardino de Campos, e entre a Vinte e Quatro de Maio e Humaitá. As ruas Ademar de Barros, Tuiuti e Oswaldo Cruz, também tiveram a área de estacionamento rotativo ampliada nos trechos entre as quadras da Vinte e Quatro de Maio e Humaitá.

Nas ruas Candelária, Quinze de Novembro e Pedro de Toledo não haverá nenhuma mudança no trecho de estacionamento rotativo.

Na avenida Francisco de Paula Leite, a Zona Azul funciona em toda a extensão do Boulevard da Cecap, do lado direito para quem segue sentido centro-bairro. Depois da mudança, o estacionamento rotativo passará a valer também para o lado esquerdo da avenida, do trecho entre as ruas Domacyr Stocco Júnior e Francisco Castelo.

Deficientes e idosos continuam com direito ao estacionamento gratuito em qualquer vaga nas áreas de Zona Azul, desde que os veículos estejam devidamente identificados.

Segundo o prefeito, todas as mudanças foram discutidas previamente em reunião com os comerciantes das regiões de estacionamento rotativo. “Nossa proposta é proporcionar mais agilidade ao sistema e maior comodidade e segurança aos usuários”, reforçou o prefeito.

Em Indaiatuba, a Zona Azul é administrada pela empresa TecPark, que tem a concessão do serviço. O estacionamento rotativo pago foi criado com objetivo de promover a rotatividade das vagas existentes, disciplinar o espaço urbano e, como consequência, permitir maior oferta de estacionamento.

Aplicativo

Para instalar o aplicativo no celular é preciso digitar “zona azul” na barra de busca da sua loja de downloads (App Store do iPhone ou Play Store do sistema Android) e procurar na lista pelo Digipare. Após fazer o download gratuito é necessário cadastrar o CPF do usuário e os dados do veículo. A compra dos créditos da Zona Azul pode ser feita com cartão de crédito.

Ao estacionar o motorista acessa o app, escolhe o tempo que vai ocupar a vaga e paga o tíquete diretamente pelo celular com toda a comodidade e conforto.

Usuários cadastrados no sistema Digipare (pelo CPF) também podem emitir o tíquete enviando SMS ou fazendo uma ligação 0800 e ouvir as instruções de uso até o final da ligação. As informações completas estão disponíveis no link www.digipare.com.br/cidades

Seja qual for o meio de pagamento escolhido, é imprescindível informar corretamente a placa do veículo que vai ocupar a vaga da Zona Azul no ato da emissão do tíquete. Esta informação é fundamental para que o motorista evite multas no estacionamento rotativo.

Se o usuário tem mais de um veículo cadastrado no sistema é necessário sempre observar para qual placa está emitindo o tíquete.

Em caso de dúvidas o motorista deverá consultar o SAC da Digipare: 0800-941-3444, ou, se preferir, pode mandar um e-mail para a equipe de atendimento no endereço eletrônico: contato@digipare.com.br . Com informações da Prefeitura de Indaiatuba

Imagem de capa: Reprodução

Sobre o autor

Redação

Redação

Deixe um Comentário

%d blogueiros gostam disto: